Avança projeto Hope junto ao Centro Tecendo a Vida

A HOPE, a associação humanitária estudantil da SKEMA, concluiu com sucesso sua segunda campanha voluntária de verão junto ao Centro de Assistência Social Tecendo a Vida, de Belo Horizonte. Os alunos da SKEMA, oriundos de diversas nações para estudar no Brasil, estão ajudando a ampliar as instalações do centro que hoje acolhe 60 crianças carentes. O objetivo é ampliar a capacidade de atendimento para 120 crianças até 2022.

Depois de arrecadar cerca de 10.000 euros junto a doadores do projeto HOPE para financiar as obras deste ano, nove estudantes da SKEMA passaram o mês de setembro ocupados com a instalação da rede hidráulica e elétrica, lixaram e prepararam as paredes para pintura e instalaram parte do piso. A casa, localizada no bairro União, em Belo Horizonte, foi erguida com a ajuda dos alunos da SKEMA no período letivo de 2018. Assim, as novas instalações do centro de ajuda vão tomando forma.

O trabalho dos alunos SKEMA é uma das muitas ações voluntárias estimuladas pela HOPE, que no dia 21 de setembro, por exemplo, realizaram atividade de limpeza na orla da lagoa da Pampulha, dentro do World Clean Up Day, um dia mundial dedicado ao recolhimento de resíduos e a limpeza urbana.

A HOPE nasceu dentro de um movimento em homenagem à estudante da SKEMA Camille Murris, que em 2016 morreu em um atentado terrorista em Nice, na França.  “Agradecemos a todas as pessoas que apoiam o projeto, sem as quais essa aventura solidária não seria possível”, informa Thibault Trouche, estudante da SKEMA e líder da HOPE no Brasil.

Acompanhe as novidades do projeto na página do Facebook Espero Com Camille Murris: 

Deixe uma resposta